WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!
Oi, como posso ajudar?

Serviços

Serviços de Dedetização

Serviços

Desinsetização

Desinsetização especializada com tratamentos químicos através da aplicação de produtos domissanitários residuais da mais alta qualidade.

Baratas

Informação

 

MÉTODOS DE CONTROLE
DESINSETIZAÇÃO
Tratamentos químicos através da aplicação de produtos domissanitários residuais da mais alta qualidade. Tem por finalidade a fixação de cristais sólidos não visíveis a olho nú, eliminando, afastando e controlando insetos nocivos por períodos prolongados. Utilizando também aplicação de inseticida gel nas áreas onde não podem haver contaminação.
BARATA ALEMÃ
Classe:  Insecta
Ordem:  Dictyoptera
Família:  Blattidae
Nome científico:   Blattella germanica
BIOLOGIA
Tamanho
15-20 mm
Longevidade
128 a 153 dias
Coloração
caramelo
Postura
37 ovos por oVoteca
Reprodução
Sexuada
Alimentação
Onívora
ABRIGOS
– Depósitos de alimentos e embalagens
– Fornos, estufas, geladeiras, freezers, coifas, motores elétricos.
– Dutos de eletricidade
– Sob pias e bancadas
– Frestas na alvenaria
– Gabinetes e armários embutidos
– Divisórias
DOENÇAS TRANSMITIDAS E PATÓGENOS VEICULADOS
– Bactérias
– Vírus
– Esporos de fungos
– Alergias
– Salmonella
– Diarréia
– Desinteria
BARATA DE ESGOTO
Ordem:  Dictyoptera
Família:  Blattidae
Nome científico:   Periplaneta americana
Nome vulgar:  Barata de esgoto, cascuda
BIOLOGIA
Essas baratas são de coloração marrom, e em sua forma jovem, são um tom de marrom pálido. Dentro das casas, geralmente pode ser encontrada nas cozinhas e banheiros, e ao ar livre encontra-se geralmente ao redor da casa. Embora se mova normalmente pelo chão e paredes, esta espécie de barata pode voar distâncias curtas, em especial durante o tempo morno.
Tamanho
30-45 mm
Longevidade
2 a 3 anos (adultos)
Coloração
castanho escuro
Postura
14 a 28
Reprodução
Sexuada
Alimentação
Onívora
ABRIGOS
– Caixas de telefonia e eletricidade;
– Forros e sótãos;
– Garagens, depósitos, lavanderias e áreas de serviço;
– Caixas de inspeção, esgoto;
– Base dos guarda-roupas e maleiros;
– Armários e gabinetes em cozinhas e sanitários;
– Rede hidráulica (pias e sanitários);
– Materiais acumulados;
– Jardins e canteiros;
DOENÇAS TRANSMITIDAS E PATÓGENOS VEICULADOS
– Bactérias
– Vírus
– Esporos de fungos
– Alergias
– Salmonella
– Diarréia
– Desinteria

Traças

Informação
MÉTODOS DE CONTROLE
DESINSETIZAÇÃO
Tratamentos químicos através da aplicação de produtos domissanitários residuais da mais alta qualidade. Tem por finalidade a fixação de cristais sólidos não visíveis a olho nú, eliminando, afastando e controlando insetos nocivos por períodos prolongados.
TRAÇAS
Classe:  Insecta
Ordem:   Lepidóptera
Família:   Tineidae
Nome Vulgar:  Traça das roupas
BIOLOGIA
Coloração
Marrom clara, acinzentada
ABRIGOS
– Guarda-roupas
– Cômodas
– Carpetes e tapetes

Aranhas

Informação
MÉTODOS DE CONTROLE
DESINSETIZAÇÃO
Tratamentos químicos através da aplicação de produtos domissanitários residuais da mais alta qualidade. Tem por finalidade a fixação de cristais sólidos não visíveis a olho nú, eliminando, afastando e controlando insetos nocivos por períodos prolongados.
PREVENÇÃO E CONTROLE
– Limpeza periódica de terrenos, jardins, quintais, interior das residências (vãos, cantos, forros, porões e etc.)
ARANHA CARANGUEJEIRA
Classe:   Arachnida
Ordem:   Araneae 
Família:   Theraphosidae
Nome Científico:     Acanthoscurria geniculata
Nome vulgar:   Caranguejeira
BIOLOGIA
Tamanho
6 cm e 15cm de envergadura
Coloração
Acinzentadas ou marrom avermelhadas
Reprodução
Sexuada
Alimentação
Insetos, aves, mamíferos, pequenos répteis e mamíferos
ABRIGOS
– Constroem tocas como refúgios.
– Matas, praias, desertos, etc.
ARANHA DE JARDIM
Classe:   Arachnida
Ordem:   Araneae 
Família:   Lycosidae
Nome Científico:   Lycosa erythrognatha
Nome vulgar:   Aranha de jardim, aranha de grama, aranha lobo ou tarântula
PREVENÇÃO E CONTROLE
– Manter o gramado sempre podado, não acumular entulhos próximo a residências.
BIOLOGIA
Tamanho
6 a 8 cm, incuindo a envergadura das pernas
Longevidade
300 dias
Coloração
Acinzentada
Reprodução
Sexuada
Alimentação
Pequenos insetos e outros artrópodes
ABRIGOS
– Gramados, embaixo de folhas. Seus ninhos são construídos unindo-se folhas secas
ARANHA MARROM
Classe:   Arachnida
Ordem:   Araneae 
Família:    Loxoscelidae
Nome vulgar:   Aranha marrom
PREVENÇÃO E CONTROLE
-A aranha provoca acidentes quando comprimida; deste modo, é comum o acidente ocorrer enquanto o individuo está dormindo ou se vestindo, sendo o tronco, abdome, coxa e braço os locais de picada mais comuns. Verificar as roupas e sapatos antes de usá-los, realizar limpeza sistemática da residência,principalmente atrás de móveis, quadros e objetos onde as aranhas possam se esconder. Manter o gramado e jardim limpo e aparado próximo as residências.
BIOLOGIA
Tamanho
6 a 12mm
Coloração
castanho
Postura
40-50 ovos
Reprodução
Sexuada
Alimentação
Pequenos artrópodes
ABRIGOS
Sob cascas de árvores, Folhas secas, Residências (atrás de quadros, móveis, etc
ARANHA DE TEIA
Classe:   Arachnida
Ordem:   Araneae 
Família:   Araneae
Nome vulgar:   Aranha de Teia
PREVENÇÃO E CONTROLE
– Limpar teias sempre que visualiza-las nos beiras de casas e nas plantas próximo as residências.
BIOLOGIA
Tamanho
3 a 5cm
Coloração
Corpo amarelo e negro com pernas escuras
Reprodução
Sexuada
Alimentação
insetos
ABRIGOS
Beirais de casa, varandas e matas. Constroem teias grandes e circulares de coloração amarelada.

Formigas

Informação
MÉTODOS DE CONTROLE
TRATAMENTO – DESINSETIZAÇÃO
Tratamentos químicos através da aplicação de produtos domissanitários residuais da mais alta qualidade. Tem por finalidade a fixação de cristais sólidos não visíveis a olho nú, eliminando, afastando e controlando insetos nocivos por períodos prolongados. Utilizando também aplicação de inseticida gel nas áreas onde não podem haver contaminação
FORMIGA ACROBÁTICA
Classe:  Insecta
Ordem:  Hymenoptera
Família:   Formicidae
Nome vulgar:  Formiga acrobata ou acrobática
BIOLOGIA
Essas formigas têm esse nome por terem o hábito de levantar seu abdômen acima de suas cabeças quanto estão alarmadas ou são perturbadas.
Aninham-se geralmente em madeira úmida e são freqüentemente encontradas em varandas. Raramente causam danos estruturais e não alimentam-se de madeira, e sim de outros insetos.
Tamanho
2,5-4mm / rainhas: 10mm
Coloração
Escura
Reprodução
Sexuada
Alimentação
Alimentos humanos diversos e artrópodes pequenos
ABRIGOS
– Batentes de portas, Janelas, Cascas de árvores, etc.
DOENÇAS TRANSMITIDAS E PATÓGENOS VEICULADOS:
– Bactérias
– Vírus
– Infecções
FORMIGA ARGENTINA
Classe:  Insecta 
Ordem:  Hymenoptera
Família:   Formicidae
Nome científico: Linepithema humile
Nome vulgar:  Formiga argentina
BIOLOGIA
As colônias dessa espécie têm muitas rainhas, e podem ter milhares de operárias. Os ninhos podem ser encontrados dentro e fora de casa e são vistas durante o dia, mas também são ativas no período noturno.
Essas formigas se alimentam de uma série de alimentos, mas tem preferência por doces.
Tamanho
2,2-2,6mm / rainhas: 4-6mm
Coloração
Varia de claro a marrom escuro
Postura
Dezenas a centenas de ovos/dia
Reprodução
Sexuada
Alimentação
Onívora
ABRIGOS
– Batentes de portas, Janelas, Cascas de árvores, etc.
DOENÇAS TRANSMITIDAS E PATÓGENOS VEICULADOS:
– Bactérias
– Vírus
– Infecções
FORMIGA CABEÇUDA
Classe:  Insecta 
Ordem:  Hymenoptera
Família:   Formicidae
Nome científico:   Pheidole  spp.
Nome vulgar:  Formiga cabeçuda
BIOLOGIA
Tamanho
1,5-6mm
Coloração
Marrom amarelado ao preto
Reprodução
Sexuada
Alimentação
Alimentos humanos diversos e artrópodes pequenos
ABRIGOS
– Paredes que dão face para a área externa das residências, frestas de calçadas e jardins
DOENÇAS TRANSMITIDAS E PATÓGENOS VEICULADOS:
– Bactérias
– Vírus
– Infecções
FORMIGA CARPINTEIRA
Classe:  Insecta 
Ordem:  Hymenoptera
Família:   Formicidae
Nome científico:   Camponotus  spp.
Nome vulgar:  Formiga carpinteira
BIOLOGIA
Os ninhos principais, com a presença da(s) rainha(s) são localizados geralmente nas áreas externas das residências, como em árvores e no jardim. Ninhos satélites, ligados ao ninho principal ocorrem geralmente dentro das residências, principalmente associados a estruturas de madeira como armários, forros, batentes de portas e janelas e rodapés
Tamanho
1,5-20 mm
Coloração
Marrom amarelado ao preto
Reprodução
Sexuada
Alimentação
Alimentos humanos diversos e artrópodes pequenos
ABRIGOS
–  Calçadas,   Tocos de árvores, Sob cascas de árvores, Ninhos no solo, Dentro de estruturas de madeira de residências
DOENÇAS TRANSMITIDAS E PATÓGENOS VEICULADOS:
– Bactérias
– Vírus
– Infecções
FORMIGA FANTASMA
Classe:  Insecta 
Ordem:  Hymenoptera
Família:   Formicidae
Nome científico: Tapinoma melanocephalum
Nome vulgar:  Formiga fantasma
BIOLOGIA
Estas formigas são caracterizadas pela coloração enegrecida do tórax e cabeça e pernas e abdome claros.
Estas formigas aninham-se geralmente ao ar livre, mas freqüentemente estabelecem colônias em vãos da parede, e alimentam-se de uma variedade de alimentos.
Tamanho
1,3-1,5mm
Coloração
Cabeça e mesossoma escuro e pernas e gaster amarelados
Reprodução
Sexuada
Alimentação
Alimentos humanos, doces e salgados e outros artrópodes
ABRIGOS
– Pias de cozinhas, Banheiro, Tanques de lavar roupa, entre outros locais
DOENÇAS TRANSMITIDAS E PATÓGENOS VEICULADOS:
– Bactérias
– Vírus
– Infecções
FORMIGA DO FARAÓ
Classe:  Insecta
Ordem:  Hymenoptera
Família:   Formicidae
Nome científico: Monomorium pharaonis
Nome vulgar:  Formiga do Faraó
BIOLOGIA
As formigas do faraó são difíceis de se controlar. Geralmente infestam a casa toda, e parecem se alimentar todas as horas do dia e da noite.
Tamanho
1,5-2,0mm / rainhas: 4mm
Coloração
Amarelo a marrom claro
Reprodução
Sexuada
Alimentação
Alimentos humanos, doces e salgados e outros artrópodes
ABRIGOS
– Pias de cozinhas, Banheiro, Tanques de lavar roupa, Aparelhos eletrônicos
DOENÇAS TRANSMITIDAS E PATÓGENOS VEICULADOS:
– Bactérias
– Vírus
– Infecções
FORMIGA LOUCA
Classe:  Insecta 
Ordem:  Hymenoptera
Família:   Formicidae
Nome científico:  Paratrechina longicornis
Nome vulgar:  Formiga louca
BIOLOGIA
Tamanho
2,2-3,0mm
Coloração
Marrom escura a preta
Reprodução
Sexuada
Alimentação
Alimentos humanos, doces e salgados e outros artrópodes
ABRIGOS
– Pias de cozinhas, Banheiro, Sob pedras, Jardins, Caixa de registros de água, Calçadas, etc.
DOENÇAS TRANSMITIDAS E PATÓGENOS VEICULADOS:
– Bactérias
– Vírus
– Infecções
FORMIGA LAVA-PÉS
Classe:  Insecta 
Ordem:  Hymenoptera
Família:   Formicidae
Nome científico:  Solenopsis  spp.
Nome vulgar:  Formiga Lava-Pés
BIOLOGIA
As formigas lava-pés,  são freqüentes nos jardins, calçadas e até mesmo dentro de casa. Os ninhos podem ser visualizados após períodos de chuva.
A maioria das pessoas, quando picadas por formigas lava-pés, queixa-se de ardência local seguida de um surgimento de pequena bolha d’água. No entanto, em um número reduzido da população, a picada pode ocasionar um choque anafilático, que além de produzir taquicardia pode levar o acidentado a ter um edema de glote, onde a respiração é dificultada. Nestes casos, se não houver socorro imediato, o indivíduo pode morrer. Essas pessoas são extremamente alérgicas à picada das formigas lava-pés.
Tamanho
3,0-7,0mm
Coloração
Marrom avermelhado ao preto
Postura
Dezenas de ovos/dia
Reprodução
Sexuada
Alimentação
Onívora
ABRIGOS
– Gramados, Canteiros, Calçadas, Jardins, Dentro de estruturas humanas
DOENÇAS TRANSMITIDAS E PATÓGENOS VEICULADOS:
– Bactérias
– Vírus
– Infecções

Escorpiões

Informação
MÉTODOS DE CONTROLE
DESINSETIZAÇÃO
Tratamentos químicos através da aplicação de produtos domissanitários residuais da mais alta qualidade. Tem por finalidade a fixação de cristais sólidos não visíveis a olho nú, eliminando, afastando e controlando insetos nocivos por períodos prolongados.
ESCORPIÃO AMARELO
Classe:  Arachnida
Ordem:  Scorpionida
Nome científico:  Tytius serrulatus
Nome vulgar:  Escorpião amarelo
BIOLOGIA
Tamanho
60 – 65mm
Coloração
Amarelada
Reprodução
partenogênese (óvulos se desenvolvem gerando filhotes sem necessidade de fecundação, basta que a fêmea encontre calor e alimentação)
Alimentação
Baratas e outros insetos
CURIOSIDADE
A reprodução dos escorpiões difere quanto ao tipo. No escorpião amarelo ela se dá por partenogênese, isto é, os óvulos se desenvolvem originando um novo indivíduo sem a necessidade de uma fecundação, bastando para isto que a fêmea encontre boas condições de calor e alimentação. Dessa forma, a população de escorpiões amarelos é constituída somente de fêmeas. Esta característica de reprodução faz com que essa espécie seja disseminada com maior facilidade.
ABRIGOS
– atrás de vasos sanitários
– roupas para lavar/passar
– batentes de portas
– tacos soltos
– dentro de sapatos
– sob pedras e entulho
– caixões em túmulos
– terrenos abandonados e mal cuidados
ESCORPIÃO PRETO
Classe:  Arachnida
Ordem:  Scorpionida
Nome científico:   Tytius bahiensis
Nome vulgar:  Escorpião Preto
BIOLOGIA
Tamanho
60 – 65mm
Coloração
castanho escuro
Postura
de 15 a 20 filhotes
Reprodução
Cruzada
Alimentação
Baratas e outros insetos
CURIOSIDADE
Nos escorpiões pretos, ao contrário dos amarelos, a reprodução é cruzada, havendo para isto a necessidade do encontro de machos e fêmeas em períodos determinados do ano.
ABRIGOS
– atrás de vasos sanitários
– roupas para lavar/passar
– batentes de portas
– tacos soltos
– dentro de sapatos
– sob pedras e entulho
– caixões em túmulos
– terrenos abandonados e mal cuidados

Carrapatos

Informação
TRATAMENTOS
DESINSETIZAÇÃO
Tratamentos químicos através da aplicação de produtos domissanitários residuais da mais alta qualidade. Tem por finalidade a fixação de cristais sólidos não visíveis a olho nú, eliminando, afa